Abaixo-Assinado (#36694):

Manifesto dos Pilotos de Caça

Destinatário: kaureserva@gmail.com

À Sociedade Brasileira,

Somos cidadãos militares, pilotos de Caça da reserva da Força Aérea Brasileira, voluntários ao arriscar nossas vidas, com respeito à disciplina, aos aspectos institucionais e coletivos, e, como tal, acreditamos na necessidade de recuperação de uma consciência ética e política, que adeque as necessidades do ser humano e de sua dignidade a uma Pátria livre e democrática.
É nessa condição, juntos, e mantendo nossas responsabilidades individuais como brasileiros, e com esse espírito, que, à guisa de alerta à sociedade sobre nossa atenção e disposição, publicamos este manifesto de indignação com a atual conjuntura de nossa Nação, rogando que outros homens e mulheres de bem partilhem de nossa visão e que as autoridades legalmente responsáveis recoloquem o Brasil no caminho do bem, da ordem e do progresso, como reza o lema de nossa única bandeira, verde, amarela, azul e branca.
A falta de condições éticas e morais apresentada por nossos recentes governantes, em todos os níveis, fartamente demonstrada nas investigações criminais em curso, tem lançado o país num clima de estagnação e instabilidade, trazendo claros riscos a nosso futuro como Nação.
A corrupção generalizada, que junta políticos e maus empresários na constituição de quadrilhas especializadas em saquear os cofres públicos, torna ainda mais penosa a condição dos brasileiros de bem, condenados a pagar escorchantes níveis de impostos, a receber serviços públicos de baixíssima qualidade, como o Sistema de Saúde, e a assistir a um desfile diuturno de delitos que, infelizmente, já se tornam habituais.
A prática banalizada de crimes contábeis nas campanhas, a despeito da rotulação menor que os próprios criminosos têm pretendido apor, tem contaminado severamente o processo eleitoral, numa clara afronta às bases da democracia, sob as quais deve repousar nosso pacto social.
Num processo eleitoral, por meio de questionável sistema eletrônico de votação, que não permite auditoria nos resultados e se traduz numa porta aberta a todo o tipo de fraude, a participação de partidos com pouca ou nenhuma representatividade nacional favorece o estabelecimento do imenso balcão de negócios em que se tornou a escolha de nossos representantes.
O parco espírito público e a ganância da maior parte de nossos legisladores, explícito na inaceitável quantidade de congressistas investigados, transformaram os cargos públicos em moeda de barganha e vias de enriquecimento ilícito, seja em proveito próprio, ou mesmo a serviço de ideologias exógenas, criando um nefasto exemplo aos nossos jovens.
A falta de grandeza daqueles que deveriam ser modelo nessa qualidade, evidenciada nos conchavos e nas escusas ações de autoproteção, divorcia a população de seus representantes, criando revolta e convidando à convulsão social.
A atuação irresponsável de partidos políticos e associações classistas, menos comprometidos com a paz social do que com seus projetos específicos de tomada de poder, fomenta a discórdia e a baderna, e atenta contra os direitos básicos de propriedade e liberdade de expressão, trazendo incerteza à classe produtiva e afastando o capital estrangeiro.
A exploração do tumulto, a aposta no caos e a sugestão de via inconstitucional, professada agora por suspeitos de crimes de lesa-pátria, como forma de escapar de eventuais condenações, prenunciam o confronto e contribuem ainda mais para o aumento de nossa insegurança.
A situação terminal de nossas escolas públicas, penalizadas pela má administração e transformadas em centros de pregação ideológica, impede a formação por mérito de bons profissionais, capazes de disputar as vagas no moderno mercado de trabalho globalizado, e condena o futuro do Brasil.
O alto índice de desemprego, decorrente da adoção de políticas econômicas corrosivas, da má administração e do mau uso de recursos públicos, agravado pelo anacronismo de nossa legislação trabalhista, cobra alto preço aos menos favorecidos e inocula nossa juventude com o vírus da desesperança, estimulando a busca por oportunidades em outros países, drenando dessa forma valores essenciais ao nosso progresso como sociedade.
Aproveitando a falta de autoridade, a excessiva brandura das penas e uma equivocada política de segurança pública, a criminalidade se espraia sem controle, dita normas, ceifa vidas em índices alarmantes, traz o terror a áreas urbanas onde não vigora o estado de direito, vicia nossa juventude, transformando nosso país em via internacional de exportação de drogas ilícitas.
Os aspectos elencados, sobretudo a falta de ética, e a postura cínica dos mais altos níveis de liderança do país, sem um mínimo de patriotismo, incapazes de encontrar uma linha conjunta, acima das ideologias e dos interesses pessoais, para o enfrentamento dos graves e urgentes problemas nacionais, torna o Brasil ainda mais vulnerável, sob a ótica da estratégia de defesa.
Como patriotas e profissionais das Armas, lançamos esse brado de alerta, conclamando todos os brasileiros e brasileiras de bem, a uma cruzada democrática na busca pelas necessárias soluções, pela via constitucional.
A sociedade brasileira tem a obrigação de manifestar, seja por meio de associações de classe, ou de atitudes individuais, sua insatisfação com o atual estado de coisas.
Não é possível que milhões de brasileiros insatisfeitos assistam impassíveis a que poucos maus brasileiros mantenham o Brasil neste estado de vergonha.
Não pregamos a volta ao regime militar, não falamos em nome de qualquer instituição, reafirmamos o respeito a nossos comandantes, não temos pretensões políticas, não somos políticos e não possuímos qualquer político de estimação. Que prossigam as investigações em curso, com as devidas punições de todos os culpados, sejam eles quem forem, uma vez cumpridos os ritos processuais.
Atentos e unidos na defesa da Pátria, mantemos ainda vivo em nossa memória o antigo juramento – feito no campo de batalha contra o nazifascismo – de manter incólumes sua honra e sua integridade, se preciso, com o sacrifício da própria vida.
Senta a Pua, Brasil!

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.