Frase do Dia:



Ir para o AbaixoAssinado.Org


Anúncios

Abaixo-Assinado (#37275):

Diga não a exploração da Amazônia

Destinatário: Presidente Michel Temer

Após a repercussão negativa do fim de uma reserva mineral na Amazônia, o governo federal decidiu revogar o decreto que acaba com a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca). O Palácio do Planalto vai publicar, no entanto, um novo decreto que mantém a área aberta à mineração, mas detalha "ponto a ponto" de como será a preservação ambiental na região. O novo texto diz, por exemplo, que não poderá haver mineração em unidades de conservação ambiental e indígena.

O anúncio é feito no Palácio do Planalto. O novo texto é uma tentativa de minimizar as críticas com o fim da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), entre o Pará e o Amapá. A área de 47 mil quilômetros quadrados, do tamanho do Espirito Santo, foi aberta para a mineração depois de um decreto publicado pelo presidente Michel Temer na semana passada. A região abriga nove unidades de conservação ambiental e indígena e a liberação para a mineração na área gerou protestos de artistas e ambientalistas.

A reserva, com área maior que a Dinamarca ou do tamanho do estado do Espírito Santo, foi criada em 1984, ainda durante a ditadura militar. A área é rica sobretudo em ouro, mas também em tântalo, minério de ferro, níquel, manganês e outros minerais. No meio dessa região, estão nove áreas de conservação ambiental e reservas indígenas. O governo diz que só haverá mineração fora das unidades. O temor dos ambientalistas é que a exploração de minério em regiões próximas às terras indígenas e às áreas de proteção integral e uso sustentável dentro da Renca provoque degradação na floresta e nos cursos d’água.

Sabemos que no Brasil NÃO EXISTE fiscalização eficiente e suficiente para garantir o MÍNIMO de direitos, então é UTOPIA achar que vão conseguir fazer algo SUSTENTÁVEL, SEM DESTRUIR reservas importantes.


O que deveria ser feito é AUMENTAR A FISCALIZAÇÃO de tantos crimes que já são cometidos, todos os dias, acobertados por acordos, barganhas, propinas e tantas outras formas de crimes ambientais.

Agora imagina "oficializar" isso!

Vamos dizer NÃO a qualquer medida de exploração da nossa Amazônia.

Ela é o "pulmão do mundo", acho que não, mas não sou especialista para afirmar isso, pois até onde sei é o plâncton do mar, mas de qq forma é a última grande floresta tropical do Mundo. E existem muitas vidas que dependem dela. Só por este motivo, deveria ser intocável.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Compartilhar:

Share

Por que você está assinando?

Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.

Anúncios

Apoio: Shoptime | Americanas | Submarino | SouBarato | Mago das Ofertas