Frase do Dia:



Ir para o AbaixoAssinado.Org


Abaixo-Assinado (#5369):

Abaixo-assinado em favor do Rio mais limpo

Destinatário: edupaes@uol.com.br; comlurb_pce@rio.rj.gov.br; imprensa.comlurb@pcrj.rj.gov.br; castro@mp.rj.gov.br

Independente de gestão, partido ou tendência política a campanha da prefeitura do Rio para diminuir os problemas do lixo na cidade é bastante coerente ao dizer que a mobilização da população pode ajudar a tornar o Rio um lugar melhor de se viver.

Mesmo com ampla varrição nas ruas e praias a cidade é sim muito suja, e finalmente parece que o poder público se deu conta de que a melhoria no sistema de limpeza não se dá simplesmente no âmbito operacional. Um passado de descaso com o lixo deixa de herança aos cariocas uma sujeira que já não dá mais para se esconder debaixo dos tapetes. A produção de lixo é alta, o desperdício envolvido é evidente, a destinação final é vergonhosa (nos depósitos de Gramacho e Gericinó) e as soluções adotadas e propostas até agora foram as mais cômodas a todos, sem promover mudanças consistentes e necessárias nas ações de consumo, descarte e destinação do lixo coletado.

Ao perceber uma nova postura da prefeitura frente a estas questões, sugerimos o envolvimento efetivo da sociedade civil nas políticas públicas de gestão de resíduos sólidos, atrelado às ações educativas de redução, reutilização e reciclagem de materiais, bem como a implementação/fortalecimento de programas e empreendimentos que possam beneficiar e dar novos usos aos materiais (aproveitamento do resíduo orgânico, reciclagem de entulho, fortalecimento da reciclagem, incentivo a bens duráveis e desestímulo a descartáveis etc.).
Neste contexto, expressamos nosso apoio às campanhas do “Lixômetro” e do “um dia sem gari”, ressaltando a necessidade de adoção das medidas acima mencionadas para a garantia do gerenciamento integrado de resíduos sólidos na cidade do Rio de Janeiro.

A prefeitura alega gastar 250 milhões por ano com a coleta de mais de 1.200.000 toneladas de lixo recolhidos nas ruas e praias da cidade. A coleta do lixo jogado no chão custa 3 vezes mais à Comlurb se comparado ao custo da coleta em lixeiras. Sendo assim, a simples atitude cidadã de “jogar o lixo no lixo” trará economia significativa aos cofres públicos. Com o recurso economizado a prefeitura se compromete a investir em saúde, educação e obras para a cidade, gerando emprego e acabando de vez com o equivocado argumento de quem diz jogar lixo no chão para dar emprego aos garis.

Nós, população mobilizada, agradecemos a atenção e nos dispomos a participar ativamente das campanhas em prol da gestão do lixo e do melhor uso dos recursos públicos.

O documento acima será encaminhado ao prefeito Eduardo Paes, à presidente da Comlurb Ângela Fonti e ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.