Abaixo-Assinado (#54117):

O CORAÇÃO DA DEMOCRACIA TEM QUE BATER

Destinatário: Povo Gaúcho

“Com o aumento da participação do privado, os direitos sociais estão sendo vendidos. Vivemos a privatização dos direitos sociais. Direitos são o coração da democracia” (Marilena Chauí).
Viver é equilibrar nossos sonhos e medos. Levantamos todos os dias para trabalhar e construir a realização dos nossos sonhos. E enfrentamos, com suor e coragem, nossos maiores medos. Sonhamos com o bem-comum, com uma vida melhor para as nossas famílias, com um mundo sem violência. Diante de uma pandemia, revalorizamos todas as dimensões da vida e vimos a importância dos serviços públicos. O SUS salvou milhares de vidas e está garantindo vacinas em todas as cidades, renovando nossa esperança.
A Covid-19 escancara a ganância dos bilionários, que agudiza as desigualdades sociais. O combate à pandemia revela que o acesso aos serviços essenciais - como a água, o saneamento, a energia elétrica, o gás, o transporte público, a rede de saúde, o acesso ao crédito - pode fazer toda a diferença entre a vida e a morte. Os governos precisam fazer uma escolha: salvar a vida da população ou garantir os lucros das grandes multinacionais e transacionais. No Brasil e no Rio Grande do Sul, Bolsonaro e Eduardo Leite colocaram o lucro dos gananciosos acima da vida do povo. É isso que significam as privatizações feitas a toque de caixa, em votações atropeladas no Legislativo e pelas costas da população.
Eduardo Leite rasgou duas vezes a Constituição do RS, para impedir a realização de plebiscito sobre as privatizações da CEEE, CRM, Sulgas, Corsan, Banrisul e Procergs. Bolsonaro, no seu desprezo pela vida do povo, quer torrar a Eletrobras, a Petrobras, o Trensurb, os Correios, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Nos municípios, vários prefeitos seguem a mesma cartilha da maldade. Bolsonaro e Leite querem tornar nossos medos - de não prover os direitos básicos das nossas famílias - uma realidade. Golpeiam de morte a democracia e os direitos sociais. A resposta do povo gaúcho precisa ser a democracia e a esperança.
Convidamos todas as forças democráticas e progressistas da sociedade gaúcha para participar da construção do plebiscito popular no RS, que queremos realizar na primavera de 2021. Vamos, juntos, realizar o debate sobre a importância dos serviços públicos e o papel do Estado na garantia da vida do seu povo. Vamos dar voz e poder decisão aos verdadeiros donos do patrimônio público: os homens e mulheres que constroem a riqueza do nosso Estado. A participação popular precisa pulsar para o coração da democracia bater. A participação direta da população gaúcha no plebiscito popular será a reafirmação do direito de decidir sobre o que é de todos e de todas nós.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.