Abaixo-Assinado (#10803):

Não renovem com o Carlos Alberto

Destinatário: René Simões - Diretor executivo de futebol do Club de Regatas Vasco da Gama

Nós, torcedores do Club de Regatas Vasco da Gama, viemos através deste abaixo assinado demonstrar a nossa insatisfação com a possível renovação de contrato do jogador Carlos Alberto Gomes de Jesus.

Carlos Alberto foi contratado inicialmente em 2009, para a disputa da Série B. Naquele ano, chegou mais perto do que podemos considerar bom futebol. Foram 44 partidas disputadas e 15 gols marcados.

O jogador teve seu contrato de empréstimo renovado por um ano e permaneceu no clube para a temporada 2010, temporada essa que foi marcada pela irregularidade e lesões: Carlos Alberto disputou apenas 22 jogos pelo Gigante. Entretanto teve o seu contrato renovado, de forma definitiva, por 3 temporadas.

Em 2011, após péssimo início de temporada e uma briga com o presidente Roberto Dinamite, o meia foi afastado do grupo e, posteriormente emprestado ao Grêmio. No clube Gaúcho, mais do mesmo: não apresentou bom futebol, teve seguidas lesões e se meteu em confusão com jornalistas. Resultado: o projeto de ex-jogador foi dispensado após 3 meses.

No segundo semestre rumou ao Bahia, onde trabalhou com René Simões, hoje diretor executivo do nosso amado clube. Foram 19 jogos no Brasileirão. Sem empolgar, não foi procurado pela equipe baiana para estender empréstimo.

Sem clube para jogar a temporada 2012, ficou ‘encostado’ no Vasco até março, quando foi reintegrado ao elenco. Novamente não conseguiu se destacar e foi reserva na equipe, voltando ao time após o desmanche do elenco.

Em 2013, perto do fim do seu contrato, quando os vascaínos já suspiravam aliviados pela saída do referido jogador, eis que o Campeonato Carioca proporciona a Carlos Alberto a chance de fazer boas partidas contra times de menor expressão. E, para surpresa de uns e desespero de outros, o clube, na figura do seu diretor executivo René Simões, anuncia que deseja renovar o contrato do meia, que ‘volta ao normal’ (sim, pois desde 2009 não apresenta nada parecido com bom futebol) nos jogos decisivos da Taça Guanabara.
Carlos Alberto somará, até o fim de seu atual vínculo, 4 anos e meio de Vasco, 116 jogos e 25 gols. A nível de comparação: o meia Bernardo fez mais gols (26) em apenas 75 partidas e o atacante Éder Luis jogou 143 jogos com menos 1 ano e meio de clube.

Pedimos que essa renovação seja discutida com seriedade, que seja pego todo o histórico deste jogador, que viveu seu ápice há dez anos. Que seja apenas uma opção futebolística, de um atleta que, apesar de ser tratado como ‘grande jogador’, não rende de forma concreta há muito tempo. Pedimos que se avalie o custo-benefício do jogador. Certamente irão ver que não valerá a pena a manutenção do referido atleta.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.