Abaixo-Assinado (#35770):

RODEIO EM MARÍLIA NUNCA MAIS!!

Destinatário: Câmara Municipal de Marília - SP

Nós, abaixo assinados, sugerimos aos nobres membros da Câmara Municipal de Marília - SP para que mantenham a proibição em vigência de eventos relacionados à exploração de animais, quais sejam rodeios, puxadas, entre outros.

Os rodeios são promovidos como um esporte de coragem e habilidade, porém encobrem uma realidade de covardia e crueldade, de maus-tratos, mutilações, estresse e morte para seres sencientes. Os animais de rodeios são forçados a essa competição através de castigos cruéis, com o uso de instrumentos de tortura, como o sedém apertado sob o prepúcio, peiteiras, choques elétricos, golpes no corpo, torções na calda, sinos que geram pânico, além do estresse com a queima de fogos de artifícios, sons ensurdecedores, pimenta e outras substâncias abrasivas que irritam os animais, causando não somente danos físicos, mas também psíquicos.
Para ser considerado esporte, todos os participantes devem estar presentes de livre e espontânea vontade, o que não é o caso dos animais explorados única e exclusivamente para diversão do público.

Além da exibição, esses animais são submetidos a" treinamentos "diários, de modo que o sofrimento que vemos é apenas uma parcela da rotina desses pobres seres. Essa rotina de treinamento e exibição provoca profundo" stress ", sofrimento e tortura àqueles animais que quando vivem soltos no pasto, revelam sua verdadeira natureza mansa e tranqüila (ou alguém já filmou um boi ou cavalo no pasto, sem qualquer instrumento a ele atrelado, saltar, escoicear e corcovear como faz na arena!?)
Tampouco convence a alegação de que a festa de rodeio é tradição do homem do interior e faz parte da cultura brasileira - como se isso justificasse a crueldade contra animais. As festas hoje realizadas em grandes arenas, com shows, anunciantes e forte esquema publicitário, nada têm nada de tradicional, no máximo constituem exemplo de um costume adotado por parcela da população - essa sim prática reiterada e difundida - de copiar e imitar estrangeirices, o country da cultura norte-americana. Sua proibição - no que tem de martirizante aos animais - não causará dano algum à cultura bandeirante ou nacional.

Aparentemente a humanidade regride. O homem do milênio, Francesco de Bernardone, que se tornou conhecido como Francisco de Assis, chamava todas as criaturas de irmãs. Em pleno século XXI, há quem se entusiasme a causar dor a seres vivos e se escude na legalidade formal para legitimar práticas cujo primitivismo é inegável.

Destarte, representando aqueles que não podem se defender, reiteramos nossa súplica para que mantenham a proibição desse evento que provoca danos a dignidade e integridade física dos animais.

Certa que agirão com justiça e sabedoria.

Lucimara Fernanda da Costa
Advogada e Presidente da Ong APAM adote animais de Marilia-SP

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.