Frase do Dia:



Ir para o AbaixoAssinado.Org


Abaixo-Assinado (#41219):

CARTA DE MÃES E PAIS DO GRACINHA EM SOLIDARIEDADE AOS PROFESSORES

Destinatário: mães e pais de alunos da rede privada

Comunidade Gracinha e demais comunidades escolares,

Queremos refletir junto com vocês sobre o que é importante para nós enquanto família, quando escolhemos a escola onde nossos filhos irão estudar.
Pensamos sobre a proposta pedagógica, os projetos que são desenvolvidos ao longo de cada ano, a conexão entre os projetos e a relevância de cada um para a formação dos nossos filhos. Sabemos que os professores estão na linha de frente, diariamente incentivando e estimulando a construção do conhecimento e instigando nossos filhos a desenvolverem o senso crítico. São os professores que identificam as especificidades de cada criança, os “tempos” de aprendizagem, os momentos de tristeza ou de grande euforia, entre tantos outros elementos.
Todos esses aspectos ficam muito claros quando as reuniões de série são realizadas e temos a oportunidade de ver os professores falarem sobre os projetos realizados. Nosso encantamento mostra a confiança e o engajamento que enxergamos nesses profissionais.
Um corpo docente estável faz toda a diferença para o processo de aprendizagem. Um conjunto de profissionais comprometidos e permanentes propicia uma relação de confiança com os estudantes e com as famílias e, consequentemente, com a escola.
O professor é um líder e precisa estar comprometido com o ensinar. Quando ele não é reconhecido e não possui o apoio necessário, necessitando pensar formas alternativas de remuneração, o seu foco e a qualidade do seu trabalho são prejudicadas.
A confiança é a base da relação da família com a escola. Acreditamos e queremos que a escola trate bem e forneça boas condições de trabalho para os professores que estarão com nossos filhos durante muitos anos.
Existe uma Convenção Coletiva que rege os contratos de trabalho nas escolas da rede privada, negociada e acordada entre os sindicatos dos professores e das escolas, ano a ano, cláusula a cláusula, há mais de 20 anos. Trata-se de uma via de mão dupla: ela atende as demandas dos professores e das escolas, determinando regras claras e deveres para os dois lados. Ela garante estabilidade dentro das escolas.
Neste momento está havendo um conflito de interesses entre o Sindicato Patronal e o SinProSP. Buscamos nos informar e ficamos profundamente preocupados, pois, mesmo entendendo que negociações possam ser propostas, o que vimos foi o abandono das negociações por parte do sindicato patronal, assim como propostas de retirada de vários aspectos favoráveis aos professores da convenção coletiva, que piorariam bastante suas condições de trabalho. Por exemplo: férias, bolsa para filhos, padrão de remuneração e outros, todos de uma só vez. Isso certamente afetaria a qualidade da educação e a tranquilidade dos professores.
A escola é um espaço de construção do mundo que queremos e a precarização das relações de trabalho destrói alicerces importantes.
Acreditamos que tal postura não é construtiva e que tais medidas sinalizam a precarização do trabalho do professor e colocam em risco a atratividade da carreira docente, afastando profissionais capacitados e talentosos das salas de aula, com consequências na qualidade do ensino.
Preocupados com este cenário, voltamos a nos perguntar...
...Mães e pais das comunidades escolares, o que nos une?
A qualidade de ensino e um ambiente escolar saudável. Por isso, assinamos essa carta, para demonstrar nosso incômodo com a postura do sindicato das escolas nas negociações deste ano e nossa discordância com a possibilidade de piora nas condições de trabalho dos professores.
Professores, contem com nosso apoio para a manutenção das atuais relações de trabalho e nosso reconhecimento e valorização da profissão professor.
--
Para saber mais:
http://www.sinprosp.org.br/noticias.asp?id_noticia=3105

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/04/sindicato-de-professores-de-escolas-particulares-de-sp-organiza-greve.shtml

http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,escolas-querem-rever-beneficios-de-professor,70002271541

http://www.valor.com.br/brasil/5526585/professores-da-rede-particular-de-sao-paulo-decidem-sobre-greve

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.