Frase do Dia:



Ir para o AbaixoAssinado.Org


Abaixo-Assinado (#43618):

Diga não à venda de medicamentos isentos de prescrição em supermercados

Destinatário: Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (Ascoferj)

No dia 27 de novembro, haverá uma Audiência Pública na Câmara dos Deputados, em Brasília, para discutir a venda de medicamentos isentos de prescrição (MIP) em supermercados. A reunião está sendo convocada pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), que analisa e deve emitir um parecer sobre o Projeto de Lei 9.482/2018, de autoria do deputado Ronaldo Martins (PRB-CE), que não se reelegeu.

A Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (Ascoferj) é radicalmente contra a venda de MIPs em supermercados por diversas razões, entre elas, pelo fato de que o Brasil já possui mais de 80 mil farmácias e drogarias. Só no Estado do Rio de Janeiro são mais de 4 mil estabelecimentos à disposição dos consumidores, com assistência farmacêutica.

Além disso, esse projeto vem de encontro às leis e resoluções sanitárias que foram publicadas nos últimos anos, cujo principal objetivo é garantir o uso correto e seguro dos medicamentos. As normas sanitárias são rigorosas e foram criadas para que, mesmo sem prescrição médica, os consumidores possam ser orientados pelos farmacêuticos, afinal, qualquer medicamento está sujeito a provocar interações medicamentosas e reações adversas.

Por isso, pedimos que faça sua adesão a esse abaixo-assinado, manifestando publicamente sua opinião contrária à venda de MIPs em supermercados, como se fossem um produto qualquer e não um medicamento.

No dia 27/11, este abaixo-assinado será entregue ao relator do Projeto de Lei 9.482/2018, Deputado Juscelino Filho (DEM-MA).

Temos pouco tempo. Diga não à venda de MIPs em supermercados agora! Não espere mais nem um minuto! Contamos com você.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.