Abaixo-Assinado (#4500):

Estádio S/A Corinthians

Destinatário: Andres Sanchez

PROJETO ENVIADO AO PRESIDENTE ANDRÉS SANCHEZ EM 07-12-2007



Caro Presidente Andrés Sanchez



Estudei arquitetura na FAU-Santos nos anos 80 e desde então venho “rabiscando” um projeto para o estádio do meu amado Corinthians.

Tenho hoje 47 anos e desde garotinho venho escutando essa ladainha eterna sobre a construção do nosso estádio.

Atualmente moro nos EUA a 10 anos e a mais de 20 frequento regularmente esse país. Aqui aprendí muitas coisas sobre administração e marketing esportivo, e não consigo entender, por que elas ainda não são aplicadas aí no Brasil.

Não consigo entender como que um clube como o nosso, seja tão atrasado em se tratando de visão empresarial e de marketing (ainda apesar dos últimos avanços). Temos centenas de notáveis entre nossos torcedores, sócios e conselheiros que formam a nata da sociedade paulistana, paulista e brasileira. Uma verdadeira seleção de craques em qualquer área que se possa referir. No entanto estamos dia a dia, mes a mes, ano a ano, perdendo o bonde da história e vendo vários clubes no Brasil evoluindo e ganhando um espaço que já foi nosso. A continuar assim e apesar da imensa massa de torcedores que temos, estaremos a cada dia ficando mais e mais longe dos nossos adversários.



Andrés, estou tomando a liberdade de enviar-lhe a minha idéia para que possamos construir o tão prometido estádio para o nosso Timão.



Modalidade e conceito



Se o problema é dinheiro, essa idéia derruba essa barreira.

Depois de tantas promessas e enganações, ninguém mais acredita nesse papo de terreno, pedra fundamental, doações, e milagres, mas tem uma coisa que o brasileiro acredita; “ganhar dinheiro fácil”. Como?

Criando uma S/A.

Isso mesmo, transformar os torcedores em investidores, proprietários do estádio do clube que ele ama.

Etapas:

1-Um grupo de notáveis corinthianos (escolhidos a dedo, gente com alto grau de credibilidade e popularidade) formariam a primeira diretoria do Estádio S/A e fariam a campanha para atrair os investidores.

2-Vamos supor alguns números para a apresentação da idéia.

Custo da obra:R$600 milhões

Números de cotas: 200 mil

Custo de cada cota: R$ 3 mil

3-Se somos entre 25 e 30 milhões de torcedores, estamos falando em atrair 0.6 a 0,8% da torcida.

4-Essa cota poderia ser paga á vista ou em até 30 parcelas, mesmo porque esse seria o tempo para ser feita a constução do estádio. Ou seja, até mesmo os torcedores mais humildes teriam a oportunide de fazer parte deste grupo de investidores.

5-Essas cotas seriam passiveis de venda e de transferencia em todas as etapas da S/A, da criação á administração do imóvel.

6-No lançamento da S/A, permitir a venda de uma cota para cada CPF, e caso haja sobra, liberar para duas, tres, e etc. Assim todos poderiam participar desse investimento.



Do projeto



Conforme disse, sempre rabisquei um projeto para esse estádio e sempre idealizei a estrutura baseada no distintivo do Corinthians e daí veio o click para viabilizar a S/A.

Números também supostos:

1-Estádio com cobertura retrátil

2-Capacidade para 60 a 70 mil torcedores.

3-Uma das pás do remo seria um edificio com formato piramidal na base e piramidal invertido no topo, sendo 6 andares (base) de um mini shopping (+ ou – 3.800m²) e mais 6 andares (topo) com conjuntos de escritórios (+ ou – 3.800m²)

4- Na outra pá do outro remo, outro edíficio de 12 andares dividido em 4 blocos para ser um flat-hotel com mais ou menos 13.000 m², que daría ao redor de 200 aptos.

5-A argola da ancora seria uma torre cilindríca envidraçada de 20 andares destinada a ser um espaço cultural, museu do clube e no topo um restaurante panoramico. Na base desta torre sería construído um ginásio para 5 mil pessoas.

6- 3 a 4 sub-solos atingindo a área total do terreno (algo em torno de 40 mil m²) para estacionamentos com 10 a 15 mil vagas.

7-Acesso do píblico (torcedor) através de VLT integrados á(s) estação(ões) de metrô mais próxima(s) e ou terminais de onibus. Esses acessos seriam feitos pelas laterais do distintivo, visando a separação de torcidas adversárias.

8-A ancora e os cabos dos remos formariam um anfi-teatro. Em forma de arquibancada voltada para a parte baixa do distintivo, criando assim uma àrea para intermodal de espetáculos para 5 a 8 mil pessoas.



Da administração desse complexo



1-As tres torres teriam parte de lojas, escritorios e apartamentos vendidos na construção e a outra parte serviria para fins de locação.

2- 10 mil cadeiras cativas seriam vendidas e ou alugadas.

3- No projeto constaria dois anéis de camarotes acompanhando os 360º do estádio e os mesmos seriam para fins de locação.

4-A exploração dos estacionamentos caberá a adm. da S/A.

5- A exploração de todos os locais comerciais dentro da área do estádio caberá a adm. da S/A.

6-- Os acionistas receberão anualmente os lucros e dividentos referentes a quantidade de cotas que possuírem.



O Corinthians



1-O clube receberia o uso do estádio na forma figurativa de comodato por um período de 50 anos, prorrogáveis por mais 50 anos, sem nenhum tipo de taxa e ou despesa.

2-As rendas das partidas do Corinthians seriam 100% do clube, incluindo 50% da locação dos camarotes.

3-Além do uso do gramado, o Corinthians receberia uma cota de apartamentos para fazer a concentração de suas partidas.

4- A instituição Corinthians poderia investir na compra de cotas sómente após o término da obra, ou seja, compraria as cotas disponíveis no mercado e ou as receberia em caso de doação espontanea de algum investidor benemérito.

5- O clube não tería nenhum custo por manutenção, segurança e melhorias no complexo do Estádio S/A. Todos os funcionários serão ligados a ADM. do Estádio S/A.

6-A torre do museu sería igualmente cedida no formato de comodato, porém \ a Adm. da S/A ficaría com 50% dos valores arrecadados nas entradas do museu e o clube arcaría com as despesas, manutenção e segurança da parte interna da torre.



Ser um investidor

É vislumbrar o futuro e apostar nesse futuro.

Nos anos 80, o Sr. Amaral Gurgel, usou uma fórmula muito similar a essa e sózinho conseguiu reunir investidores para executar o seu projeto, que entre o ideal e a implantação do mesmo tudo deu certo. Infelizmente lobbies estrangeiros minaram o seu caminho. Portanto, se o Amaral Gurgel sózinho, conseguiu. Por que 30 milhões de corinthianos não conseguem?



Investir R$ 3 mil e estar contribuindo para a realização do maior sonho da maioria da grande nação corinthiana, é estar construindo tanto o seu como também o patrimônio do SC Corinthians Paulista.



Saudações corinthianas



Enrique Dias

Miani Beach FL USA

riccox@comcast.net



OPÇÕES:



Sobre a capacidade, número e valor de cotas e localização, respondo que os números utilizados para a apresentação da mesma obviamente dependem de uma avaliação que será feita por uma equipe multidisciplinar que trabalhará para se alcançar o máximo do potencial do projeto.



Quanto às iniciativas já em andamento eu sugiro que elas usem os recursos já arrecadados para adquirirem cotas do novo projeto, assim as mesmas manteriam a finalidade da ação proposta.

TERRENO: O Corinthians pode entrar com o terreno de Itaquera ou até mesmo com o Parque São Jorge.




Este projeto, parece ser audacioso demais, grande demais, mas perto da grandeza que é o Sport Club Corinthians Paulista, esse projeto apenas reflete o tamanho e a força do nosso PODEROSO TIMÃO.



*Ápós ter sido enviado por carta e por fax para o Sr Anfrés Sanchez, recebí e-mail do Sr Alex Watanabi do Depto. de Marketing do Corinthians no dia 15-12-2007. Este foi o único contato oficial que recebí.

**Este projeto esteve postado na comunidade CORINTHIANS O PODEROSO TIMÃO, e lá recebeu mais de 2000 comentários até deletarem o tópico em abril de 2008.

***Existe uma comunidade criada para divulgar esse projeto no Orkut, PROJETO ESTÁDIO S/A, onde existem algumas informações mais detalhadas daquela época.

****Eu, Enrique Dias declaro para os devidos fins que coloco a disposição do S.C.Corinthians Pta essa ideia/projeto sem quaisquer interesse de ordem financeiro.

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.