Abaixo-Assinado (#5446):

Religiosidade Afrobrasiliera - Repúdio ao caso das agulhas

Destinatário: População brasileira, autoridades e imprensa

Carta 001/2009 Rio de janeiro 21 de dezembro de 2009

Aos cuidados da população brasileira, autoridades competentes e imprensa

Prezada(o) Cidadã(o),

Muitas vezes ao acessarmos os meios de comunicação, seja através da mídia impressa, falada e televisionada, nos deparamos com a apresentação de matérias que por falta de elucidação acabam por passar para o cidadão uma visão distorcida das religiões afrobrasileiras.

O processo repressivo produzido e que cerca a história dos templos de religiosidade afrobrasileira, conduziu-nos com o passar dos séculos até o presente momento que vivemos, por uma série de fatores que encobrem e ocultam da visão coletiva a luz da verdade que nos cerca no dia a dia, permitindo o surgimento dentro da sociedade constituída de falsos obreiros que nada fazem em prol da coletividade e de nossa amada fé e religiosidade.

A falta de igualdade de direitos e a constante perseguição que sofremos em nossa amada pátria data do período de nossa colonização, quando nossos antepassados foram presos, massacrados, torturados, humilhados e conduzidos por um processo que se viram desprovidos de sua dignidade dentro de uma sociedade repressiva sem conhecimento do que são os direitos humanos.

Este processo que pouco mudou em nossos dias, faz com que muitos de nossos seguidores, ainda se vejam inseridos em uma sociedade preconceituosa, que faz com que religiosos sérios e dignos de nosso meio se mantenham a parte da sociedade, permitindo que de tempos em tempos surjam pessoas que maculam nossos princípios, nossa fé, nossa religiosidade, com atos que nada representam nossos dogmas, princípios e fundamentação doutrinária de nossa religião.

Desta forma, as entidades, cidadãs e cidadões abaixo relacionados, assinam o presente documento, no qual repudiamos de forma veemente, atos semelhantes aos ocorridos na Bahia e no Maranhão, aonde pessoas desprovidas de fé, de razão e sentimentos, introduziram objetos (agulhas), no corpo das crianças, alegando tê-lo feito em “rituais” religiosos, haja vista que tais atos não condizem com a postura de pessoas ligados à nossa religiosidade, não existindo em nossos princípios doutrinários, fundamentações religiosas que amparem tais atos, ritos ou práticas.

Att

Rede Afrobrasileira Sociocultural
http://redeafro.ning.com
redeafro@hotmail.com

Assine este abaixo-assinado

Dados adicionais:


Por que você está assinando?


Sobre nós

O AbaixoAssinado.Org é um serviço público de disponibilização gratúita de abaixo-assinados.
A responsabilidade dos conteúdos veiculados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Dúvidas, sugestões, etc? Faça Contato.